20 de mar de 2009

Homenagem ao branquelo

Boulder e ondas grandes algumas vezes convivem até que relativamente bem no Pontão da Fortaleza. Quem ja escalou por lá em dia de ressaca sabe até onde as "marolinhas" chegam e o estrago que elas podem fazer.
Há alguns anos tivemos uma história bem engraçada, onde nosso cunhado, o Alemão, desafiava as ondas, tentando segurar em uma agarra perto do quebra mar. A idéia era perfeita e a agarra era bem grande, mas infelizmente o surfe não deu muito certo. Resultado, o rapaz foi parar entre o boulder sorvete e o dolores, com apenas alguns muitos arranhões por todo o corpo.

Quem não sabe desse acontecimento ou quer mais detalhes da cagada leia e veja as fotos no link abaixo:
http://www.escalada.esp.br/bebeuleite_nov2004.htm

Mas o motivo desse post não é dar risada do acidente alheio, isso eu já fiz na época do ocorrido, nem "demenosprezar" a inteligencia do Alemão. Muito pelo contrario quero mostrar que tem mais gente que compartilha a idéia de desafiar ondas grandes. Só que ao contrário do branquelo sem se quebrar por inteiro.



Isso é mais adrenante que rapel de ponta cabeça.

3 comentários:

Babaleia disse...

Por isso que só escalo ou brinco em pedras vestindo minha túnica de plastico bolha...

Aninha Makino. disse...

Rodras, o Ubt Boulder desse ano já tem data????

Babaleia disse...

Segue o link que tinha te falado... é só clicar no meu nome...

ps.: nao me responsabilizo pelos minutos perdidos vendo isso...

[]s

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...