25 de ago de 2008

Entrevista com bele

Dando continuidade a serie de entrevistas das personalidades da escalada, convidamos o Excelentíssimo Dr da escalada brasileira Andre “Belezinha” Berezoski para um rápido bate papo entre um campeonato e outro.

UBT: Bele, todo mundo sabe que você faz ressola, crash pad, da aula de escalada, ganha campeonato, manda V13, participa de campeonato mundial, já teve uma Brasilia azul, fala espanhol, gerencia a casa de Pedra, tem uma moto toda mexida, etc... mas e em casa? Quem e que manda?

Bele:Em casa sou um pouco bagunceiro, roupa e mochilas espalhadas pela casa sempre rendem uma bronca, mas é para manter a casa em ordem, vocês sabem do que estou falando....


UBT: Desde 92, quando você começou a escalar, foram 128 campeonatos com 78 pódios, somando milhares de horas nos isolamentos. Qual deles foi o mais estressante?

Bele:Estou em dúvida entre Floripa Open em 1994, onde fiquei 9 horas isolado em um banheiro de shopping, a galera tava azul já e começaram a quebrar tudo e Rope Show no Rio, onde fomos escalar lá pela 1 da madrugada, foi longo.



UBT: O que você faz para manter seu cabelo com esse brilho e maciez? O magnésio realmente resseca as pontas? (Foto que apareça bem o seu cabelo)

Bele:Ter uma mulher em casa ajuda neste sentido, há sempre os melhores shampos e cremes que você pode usar meio na moita, mas normalmente uso qualquer um, e não me preocupo nem um pouco com o cabelo, mas deixa a mulherada morrrrrrrendo de inveja, viu meu bem.


UBT: Voce já escalou em diversos lugares ao redor do mundo. Que pico mais te impressionou?

Bele: Fontainebleau na França para fazer boulder e Rodellar na Espanha para vias


UBT: Qual a sua cor preferida, o verde ou o vermelho? Por que?

Bele: Hummmmm, depende da luz, mas enxergo sim o verde e vermelho(das fitinhas de vias da Casa de Pedra)


UBT: Que boulder você levaria para uma ilha deserta? (Pergunta adaptada da Revista Contigo)

Bele: The wheel of life!!! Para ter bastante tempo para trabalhar. (Boulder na Australia do Japones Day Kodayama, que com 68 movimentos, unindo V13s e V14s...no vídeo Chris Webb fazendo a segunda ascenção)



UBT: Queria falar um pouco dos anos 90. Voce usava calca de lycra? Como você se sentia?

Bele: Todo mundo usava, vocês passaram bem perto desta fase, mas se livraram a tempo, sim, eu usava, e como era de costume, a galera competia pra ver quem tinha a mais “cheguei” e é claro que eu sendo um bom competidor, sempre tinha a Lycra Lilás e roxa da Mont Blanc.




UBT: Quais escaladores (as) do Brasil e do Exterior te inspiraram nesses 13 anos de escalada? Por quê?

Bele: Robertinha foi uma escaladora que sempre buscou e encontrou seu espaço na escalada, sua força de vontade em correr atrás de patrô e afins para poder viver da escalada foi o que eu sempre fiz também.
Wolfgang Guillich, alemão falecido justo quando comecei a escalar, já era referência em 92, imagina o que ele estaria aprontando hj? (Ambos faleceram em acidentes automobilisticos)

UBT: Para aqueles que escalam, nunca ouviram falar de Wolfgang Gullich e tem vergoha de perguntar, uma de suas vias, Action Direct, mandada em 92, é até hoje referencia de dificuldade, e já derrubou muita gente forte. Eu com certeza já tropeçaria chegando na base...


UBT: Dizem por ai que você e um exímio dançarino. Explique para os nossos leitores como e o seu passo ”abrindo-a-cortina”

Bele: Dançarino não sou mesmo, mas depois de umas e outras, você descobre que pode se tornar até um Jon Travolta em Pulp Fiction.


UBT: Nos últimos 5 anos, você praticamente passou de gordinho para seco. O que mudou na sua alimentação e treinamento?

Bele: Gordinho nunca fui, tive minha pochete, mas depois de 2001, voltei a treinar com o Rômulo que cortou minhas guloseimas e vícios( pipoca), e desde então entrei em uma disciplina que virou habito.


UBT: Que exercícios você faz para ter essa perna tão musculosa? Voce trabalha os gluteos?

Bele: Minhas “grossas” pernas são um dos meus segredos da escalada.

UBT: Qual foi o maximo de noites seguidas que você passou dormindo no seu crash pad? Ele e tão bom para dormir quanto para cair em cima dele?

Bele: 20 dias, com ele dentro do carro em Fontainebleau, tão bom que estou pensando em vender parte das ações da BELÊPAD, para algum fabricante de colchões.


UBT: E os projetos para 2008 e 2009? Quais são?

Bele: Os de sempre, competir porque gosto, alguma viagem pra fora, muito boulder nessa nova fase (desde que o corpo do tio aqui agüente) e curtir a escalada sem muita pressão.


UBT: Alguma mensagem para os leitores do Blog UBT?

Bele: Aguardem o próximo Ubatuboulder vai contar com muitos boulders e projetos novos no Pontão.


UBT: Para finalizar, qual a sua camiseta UBT Boulder preferida?
Bele: V boulder com certeza.

UBT: Obrigado Bele! Sucesso! UBT: Pra finalizar, Bele numa de suas últimas cadenas, Os Bacanas SDS, provavelmente o primeiro V13 no Brasil.

Um comentário:

plinio disse...

Muito bom o blog PAULAS, ficou irado.
E a entrevista muito boa o Belezinha e um Big C...
E ai fi aparece em COCAL apesar das loucuras de uns e outros aqui tem muita pedra que rola de subir se boa, se boa mesmo facin facin, e s e vc quiser rola os dificil tb HEHEHE.
GALERA É NOIS MANDARAM BEM.
E BELEZINHA, MANDA TUDO FI QUE TU FAZ A CORRERIA PRA TA SEMPRE ESCALANDO E REPRESENTANDO (pena que não valoriza, é bom que sobra mais pra CDA).

Valeu.

Preto.
Valorizando sempre.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...